/ Notícias / Cabide Solidário: uma ação de extensão do Campus Avançado Coronel Vivida

Cabide Solidário: uma ação de extensão do Campus Avançado Coronel Vivida

Publicado em

Segundo a Associação Brasileira de Indústria Têxtil (ABIT), no Brasil a indústria da moda gera 175 mil toneladas de resíduos têxteis por ano sem falar dos impactos sociais. No Brasil, 7,8% das trabalhadoras resgatadas em situação de trabalho escravo eram costureiras, o que faz com que a ocupação apareça em terceira posição dentre aquelas com maior número de mulheres resgatadas (escratonempensar, 2020).
O projeto de extensão “Um Futuro Possível: Sustentável e Solidário” realizou no mês de maio a ação “Cabide Solidário” no Campus Avançado Coronel Vivida.
Na primeira semana realizou-se a arrecadação, na qual os estudantes e servidores trouxeram roupas e calçados que não usavam mais para compor o Cabide Solidário. Na sequência, de 09 a 20 de maio houve a retirada de peças do Cabide Solidário por qualquer pessoa que tivesse interesse. Durante esse período, as servidoras e as estudantes envolvidas no projeto fizeram a manutenção do Cabide Solidário, com reposição de peças e organização das mesmas.
Foram arrecadadas um total de 173 peças de roupas e calçados, sendo 99 peças femininas, 47 peças masculinas, 17 pares de calçados e 10 peças infantis. Dessas, 81 peças foram retiradas do Cabide Solidário (46 femininas, 31 masculinas e 4 pares de calçados).  As peças restantes (92 peças) foram doadas para o Assistência Social e para o CAPS D III de Coronel Vivida.
Esta ação também está sendo desenvolvida na cidade de Enéas Marques, em parceria com a Assistência Social do mesmo Município.
Esta ação teve como objetivo promover a troca solidária de roupas e calçados e conscientizar a comunidade acerca dos impactos da indústria da moda para a sustentabilidade.

Leia mais

Topo